Qual a diferença entre Aveia em flocos, farelo de aveia e farinha de aveia?

A aveia é um cereal bastante nutritivo e com uma enorme versatilidade, pois inclui-se facilmente em inúmeras receitas.

Além disso, é uma excelente fonte de energia, é um alimento com alto teor de fibras, vitaminas e minerais. Por possuir muitos benefícios para a saúde é a queridinha para quem aposta em uma alimentação saudável.

Na visão da medicina tradicional chinesa, a aveia tem sabor doce e natureza morna. Age como tônica de qi (energia vital) e xue (sangue), atuando em estados de fraqueza, tranquiliza o sistema nervoso e age no sistema reprodutivo. Além disso, beneficia o metabolismo, estimula os intestinos e previne a constipação intestinal.

Artigos relacionados: Dietoterapia chinesa e Energias e o nosso corpo

Mas, existem várias formas de aveia: flocos, farinha e farelo. Por esse motivo, na hora de comprar é possível que você fique em dúvida em qual tipo é o melhor. Por isso, eu resolvi escrever este artigo, para te ajudar na melhor escolha, pois nem todo tipo de aveia tem as mesmas propriedades e os mesmos benefícios. Vamos entender as diferenças?

Aveia em flocos

É a opção mais completa, produzida a partir da prensagem do grão inteiro. Apresenta o farelo (revestimento externo), o embrião e o endosperma do grão. O endosperma é rico em amido (carboidratos) , o embrião é rico em proteína e lipídios. Portanto, a aveia em flocos é a opção mais rica em carboidratos.

Farelo de aveia

O farelo de aveia é feito do revestimento do grão, é pobre em carboidratos, rico em fibras solúveis, proteínas, lipídios, vitaminas, minerais e polissacarídeos (principalmente o ß-glucano, que possui propriedades benéficas no controle dos níveis de colesterol). Por ser rico em fibras solúveis promove mais saciedade. É a opção mais rica em proteínas.

Farinha de aveia

É produzida a partir do grão da aveia cortada e seca. Com esse processo, aumenta-se a biodisponibilidade do amido pelas enzimas digestivas, podendo desta forma influenciar na resposta glicêmica (velocidade com que o açúcar chega no sangue) do nosso organismo. Portanto, a concentração de fibras na farinha de aveia é menor que a encontrada nos flocos e no farelo. Além do mais, é rica em carboidrato.

Então qual é a melhor?

É importante entendermos que quando se fala em alimentação saudável, significa que precisamos ter uma alimentação variada e equilibrada. Portanto, você pode utilizar qualquer um desses tipos de aveia desde que este consumo seja equilibrado. Mas, se for escolher para consumo diário é melhor o farelo de aveia. Entretanto, nada te impede de fazer um bolo utilizando a farinha de aveia, desde que este consumo não seja exagerado. Enfim, equilíbrio é a chave de tudo!

Bibliografia:

Arantes, Andrea Maciel. Saúde e longevidade na mesa: dez passos para a escolha diária dos alimentos com a dietoterapia chinesa. 1ª edição. Rio de Janeiro: Roca, 2016

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn