Dietoterapia Chinesa

Você se alimenta para se nutrir ou para se saciar?
Dietoterapia Chinesa

A dietoterapia chinesa é estruturada sob princípios da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) e é uma maneira de nutrir o corpo, a mente e o espírito.

Ela é rica em orientações que possuem a finalidade de levar equilíbrio, saúde e bem estar para o indivíduo.

A dietoterapia chinesa é aplicada conforme a natureza do alimento (fresco, frio, neutro, morno, quente) e sabor (ácido, doce, amargo, picante, salgado).

Cada sabor beneficia um órgão ou víscera, e também ajuda a controlar um sentimento ou emoção. O sabor ácido pertence ao elemento Madeira, correspondente ao meridiano do Fígado e Vesícula biliar; o sabor amargo pertence ao elemento Fogo, meridiano do Coração e Intestino delgado, Pericárdio e Triplo aquecedor; o sabor doce pertence ao elemento Terra, meridiano do Baço-Pâncreas e Estômago; o sabor picante pertence ao elemento Metal, meridiano do Pulmão e Intestino grosso; o sabor salgado pertence ao elemento Água, que corresponde ao meridiano do Rim e Bexiga.

Entender os cinco elementos, saber associar os sabores, a natureza dos alimentos, os meridianos e fazer as observações básicas da MTC (coleta de dados realizada durante a consulta), como sentimentos, preferências alimentares, hábitos de vida, entre outros são fundamentais para a determinação da dietoterapia chinesa.

A saúde do corpo e da mente estão intimamente relacionadas, com isso, a nossa alimentação e os nossos hábitos de vida são fundamentais para a saúde do corpo e a saúde emocional. Com isso, é preciso estarmos ciente que o entendimento sobre a ação dos alimentos no nosso organismo é extremamente importante, pois nos alimentamos todos os dias, e a alimentação deve servir para nos nutrirmos e vivermos melhor e não apenas para sobrevivermos!

Com a pratica da dietoterapia, você passa a consumir os alimentos de forma terapêutica, e é preciso tornar isso um hábito, para assim, ter a saúde do corpo, da mente e do espírito.

Quer se entender melhor as causas dos seus sintomas? Quer orientações individualizadas? AGENDE UMA CONSULTA

Quer saber mais sobre a minha consulta? CLIQUE AQUI

 

Referências:

Arantes,
Andrea Maciel. Saúde e longevidadd na mesa: dez passos para a escolha diária
dos alimentos com a dietoterapia chinesa. 1ª edição. Rio de Janeiro: Roca, 2016

Kim,
C.H., Manual Prático de Acupuntura. 10ª edição atual. São Paulo: Ícone, 2018.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn